ONLINE
42
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  The best bookmakers at: I want to seize these offers now!

Coisas que demorei para aprender – Parte II

Coisas que demorei para aprender – Parte II

A importância do correto entendimento dos conceitos no pôquer.

por Academia   |   Comentários 0

Pôquer é um jogo extremamente complexo, com infinitas variantes. Qualquer um que conheça as regras, pode lhe ensinar em 30 minutos como jogar. Mas entre aprender as regras, e jogar de forma correta e lucrativa, existe um verdadeiro abismo.

Se você me pedisse um conselho sobre seu processo de aprendizagem, certamente eu lhe diria para solidificar corretamente os conceitos.

Antes de estudar formas avançadas de jogar, tente aprender adequadamente os conceitos do jogo. Eles sempre farão uma diferença absurda entre os que o dominam, e os que não. 

Aprenda a importância de posição, correta seleção de mãos, de oponentes, agressividade seletiva, psicologia atrelada ao esporte, como jogar de acordo com o seu e os demais stacks da mesa, a variância, períodos de downswing e upswing, etc...

Acho muito errado o jogador querer aprender um range adequado de 3bet light contra o UTG1 que é tigth passive sem, sequer, entender o mínimo sobre posição, seleção de mãos e de oponentes. Conceitos salvam stacks e mantém sua winrate saudável, acredite!

Aquelas horas que você utilizou investindo no estudo dos conceitos mais básicos do pôquer, certamente se pagarão em um período curto de tempo. Vamos partir do correto pressuposto de que, a imensa maioria do field, não da bola para estudo de jogo. Portanto, embora soe obvio, entender corretamente os conceitos, nos coloca muito a frente do field, em um contexto geral.

Posição, correta seleção de mãos pré-flop, leitura de ranges, sizes de bets, sejam por valor ou blefe, seleção de adversário, de acordo com sua sessão atual e histórico geral, agressividade seletiva e adequada à situação, dentre outros conceitos, jamais sairão de moda. Eles são os pilares do jogador vencedor e seu norte quando necessário estudar. Você jamais chegará ao décimo andar de um prédio, sem passar pelos outros nove. Pôquer funciona dessa forma. O processo de aprendizado deve ser gradativo, e entender os conceitos de forma adequada e aprofundada farão uma enorme diferença.

Comece a entender melhor o porquê daquela seleção de mãos, porque certo range só funciona adequadamente em posição ou potes multiway, se é necessário ter um range balanceado contra jogadores que não pensam o jogo e nem prestam atenção, o quanto vale ser o ultimo a falar, independentemente do adversário e do spot em que se encontra. A não blefar calling stations e/ou jogadores comitados com o pote. Passe a pensar melhor o jogo entendendo o básico e trivial: os conceitos.

A partir deles, todo resto passa a fluir de forma mais natural e embasada. Em níveis mais baixos de jogo, o ABC ainda segue sendo o suficiente para bater o field. Mas, para que se jogue adequadamente o feijão com arroz, segue sendo importante que se saiba o porquê de cada jogada e, inevitavelmente, isso se fará de forma mais fácil quando dominados os conceitos do esporte.
 
, , , , , , , ,

Partilhar "Coisas que demorei para aprender – Parte II" via:

Enviar comentário

Comentário (0)


 
p