ONLINE
2
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  The best bookmakers at: I want to seize these offers now!

Entrevista com Luis Kamei, campeão dos dois maiores eventos de Poker do Brasil

Entrevista com Luis Kamei, campeão dos dois maiores eventos de Poker do Brasil

“A dica que eu dou para os jogadores iniciantes é que no poker não dá pra pular etapas, ninguém joga o primeiro torneio, ganha e já vira profissional”.

Luis Henrique kamei é um jogador que vem fazendo história no poker brasileiro. Kamei foi Campeão do Main Event do KSOP Belo Horizonte em novembro de 2018. Além disso, recentemente o jogador conquistou o título do evento principal do BSOP Iguazu, na primeira temporada de 2019, onde o brasileiro levou a melhor com um Field de 834 entradas, levando o troféu, e também embolsou a quantia de US$ 89.030.

Com essas conquistas, o player se tornou o primeiro a conquistar os dois principais eventos de poker do país.

Atualmente o jogador está no Rio de janeiro, onde está participando do KSOP, torneio que têm mais de 30 eventos e tem premiação garantida de R$ 5.000.000. O Torneio teve início no dia 6 de novembro e termina no dia 13 de novembro.

Confira abaixo a entrevista completa com Luis Kamei:

1- Como começou sua história no Poker?

R: Começou assistindo poker na tv, depois fiz minha conta nos sites onlines. Após isso fui fazer faculdade em Coritiba, onde conheci os clubes de poker.  

Comecei a minha carreira jogando Cash Game e MTT online. Hoje jogo o circuito Live e MTT online.

2- Você joga Poker profissionalmente há quanto tempo?

R: Jogo profissionalmente há 6 a 7 anos.

3- Como é a rotina de um jogador de Poker?

R: Isso depende muito das pessoas, mas basicamente é estudar e jogar. Cada um com seus horários e rotinas.

4- O que você está achando da evolução dos jogadores brasileiros?

R: Sobre a evolução dos jogadores brasileiros, acho bem legal, já que o Brasil está num nível internacional muito bom, não devendo nada para nenhum país do mundo. E pelo fato de alguns países não fazerem mais parte do pokerstars, como por exemplo, os Estados Unidos, sinto que eles ficaram para trás em relação aos brasileiros. Isso porque o poker online te faz estudar mais e jogar muito mais mãos para serem analisadas.

5- Quais as maiores diferenças entre o mundo online e o mundo live no poker?

R: A maior diferença em minha opinião é que no online muitos jogadores são bons em ler stats e explorar o seu oponente com isso, já no live não tem o "hud" no lado de cada jogador, então eles não conseguem se adptar ao "field" e não conseguem ver as tendências do "field".( "hud" significa “heads up display”, é basicamente uma janela que fica do lado de cada nick no poker online com as estatísticas de cada jogador, por exemplo % de cbet, % 3bet pre flop, fold para cbet).

Também é importante ressaltar que no poker live não tem ghost (risos) (ghost é basicamente quando um jogador está numa reta online e outras pessoas o ajudam a jogar, normalmente um jogador com mais experiência e tecnicamente melhor).

Então muitas pessoas que são lucrativas no online, não são tão lucrativas no live e vice versa.

6- Como se sente após ter sido o primeiro jogador a conquistar os dois maiores eventos do país ( KSOP Belo Horizonte e BSOP Iguazu)?

R: Sinto-me muito feliz, é um privilégio e orgulho muito grande ter sido o primeiro, e por enquanto único a ter conquistado os dois. (risos)

7- O que você almeja para a sua carreira no futuro?

R: Sobre a minha carreira, quero continuar a ganhar dinheiro e me divertir jogando poker, por ser a coisa que mais amo fazer na vida. E quem sabe um dia ganhar um bracelete da WSOP. (risos)

8- Quais são as suas principais inspirações no Poker?

R: Quando comecei a jogar ainda menor de idade (risos).

Lembro do Alexandre Gomes ganhando wsop, wpt. O André Akkari também sempre vai ser um ídolo.

Eu costumava jogar muito no “Full Tilt” e lá o Leandro Brasa, Christian Kruel CK e Raul Oliveira eram “Team pros” e ficava feliz de jogar com eles nas mesas. Naquela época se você eliminasse um deles você ganhava uma camiseta do “Full Tilt” (risos).

Então todos eles foram uma inspiração quando comecei a jogar e graças a deus hoje quase todos eles são meus amigos.

Nunca falei isso pra eles, mas eu já dei vários “calls” ruins para eliminar eles e ganhar a camiseta.

9- Quais dicas você dá para as pessoas que estão iniciando agora no mundo do Poker?

R: A dica que eu dou para os jogadores iniciantes é que no poker não dá pra pular etapas, ninguém joga o primeiro torneio, ganha e já vira profissional. E caso ganhe, tenho certeza que vai quebrar até ganhar o próximo. Então primeiro passo é construir um "bank roll", entrar para um time, aprender e evoluir com os melhores. Suba os limites conforme seu "bank roll" e seu nível de jogo.

BSOP MILLIONS PROMETE SER O MAIOR TORNEIO DE POKER DO BRASIL

, , , , , ,

Partilhar "Entrevista com Luis Kamei, campeão dos dois maiores eventos de Poker do Brasil" via:

Enviar comentário

Comentário (0)