Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
United States, the best promotions, bonuses and bookmakers available at:
Take these offers now!

A importância de entender o viés da retrospectiva

A importância de entender o viés da retrospectiva

Todo apostador precisa saber lidar com o viés da retrospectiva nas apostas.

por Academia   |   Comentários 0

Já que o assunto aqui é apostas, eu neste momento apostaria que você nunca leu ou ouviu falar sobre viés da retrospectiva nas apostas. Acertei? Caso tenha errado, ficarei feliz de qualquer forma, pois ao menos saberei que você andou estudando algo muito importante para um apostador que busca ser consistente e lucrativo. Agora, se você não faz ideia do que estou falando, acompanhe nosso artigo, pois é um assunto de fácil entendimento e que está introduzido nas experiências das nossas vidas.

Faça parte do nosso canal no Telegram - Clicando AQUI!

 
Sabe quando falamos “eu sabia que isso ia acontecer” ou “eu sempre soube”? Esse sentimento de ter previsto o acontecimento e interpretar situações por uma ótica distorcida, na qual buscamos nos acomodar na razão, sem nem ao menos buscar uma avaliação mais profunda sobre o real motivo, é um exemplo comum de viés da retrospectiva. Essa sensação de ter o controle sobre a realidade, principalmente em fatos negativos, faz nossa mente nos sabotar com previsões e justificativas que não nos trazem nenhum benefício.

Confira todos os JOGOS DE HOJE e acompanhe ao vivo!

 
Os apostadores costumam embarcar nesses exemplos acima, justificando suas apostas erradas no azar, na aleatoriedade, no tempo, na magia, mas dificilmente buscam revisar seus métodos, seus erros pontuais, sua avaliação distorcida, que provavelmente foram as razões verdadeiras para o prejuízo. Isso é um ponto falho do sujeito, pois ainda que tenha costume de se aprofundar em análises, utilizar métodos, a sua estratégia naturalmente precisa ser revista e ajustada, pois informações mudam, novos padrões são constatados e é necessário se enquadrar nessas novidades.
 
Traduzir e justificar as perdas em “eu quase ganhei, quase acertei” criando uma falsa sensação, enchendo-se de confiança para dar os próximos passos nas apostas, é um exemplo comum que analisamos diariamente. Digo mais, até mesmo nas apostas ganhas isso é perigoso, pois muitas são vencidas na base da sorte e aleatoriedade, deixando o apostador com uma sensação de estar no caminho certo, sem fazer uma avaliação real do que acabou de acontecer, diminuindo, com certeza, suas chances de sucesso logo ali na frente.
 
Nosso cérebro invariavelmente é afetado por essas armadilhas psicológicas, esses vieses, como o da retrospectiva, pois existem outros, cada um com uma característica diferente, e que influenciam diretamente na nossa vida de apostador. Daremos um exemplo a seguir, através de um estudo feito, de como isso é extremamente comum acontecer nas apostas.
 
Numa experiência feita com apostadores, buscava-se entender por que eles seguiam usando a mesma estratégia que os tinham feito perder anteriormente. Da mesma forma quiseram analisar qual era a visão de alguns que tinham acertado a aposta. A maioria dos derrotados colocaram suas justificativas na aleatoriedade, no erro de algum atleta, num lance crucial, etc. Os que venceram apenas se basearam no resultado final, sem ao menos cogitar que aquele placar foi resultante de um erro de um juiz, de algo incomum, etc., ou que naturalmente aquele resultado poderia ter tido outros rumos, ou seja, sua avaliação poderia (e deveria) perfeitamente ser revista. Quando foi feito uma nova rodada de apostas, após esse primeiro estudo, uma boa parte dos apostadores perdedores colocaram seus resultados passados na má sorte, inclusive despejando valores mais altos nos palpites. Os que venceram também seguiram esse caminho, diante da avaliação simplista de se basear apenas no seu histórico positivo.
 
Os apostadores de sucesso têm uma maior clareza nas suas tomadas de decisões, além de uma visão mais ampla dos seus resultados, sejam positivos ou negativos. Buscar entender seus greens e reds com maior objetividade é um passo importante, pois naturalmente estaremos sujeitos a esses vises comportamentais. Quando reconhecemos os pontos a serem melhorados, as fraquezas já não se tornam mais barreiras, dando espaço para a evolução e o sucesso.

A irracionalidade nas apostas esportivas

Aposte de onde estiver através das melhores casas de apostas online!

Índice de apostas está em alta no Brasil.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Partilhar "A importância de entender o viés da retrospectiva" via:

Enviar comentário

Comentário (0)