ONLINE
13
Menu
Começar Pontos Academia Curso Prognósticos    Análises    Pesquisar Prognósticos Estatísticas de Futebol Estatísticas de Tênis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site in english Go to Betting Academy
           

Análise técnica no turfe: trading em rafeiros (7/8)


Análise técnica no turfe: trading em rafeiros (7/8)

No mercado de rafeiros um tick de diferença e você consegue tirar uma boa porcentagem de lucro sobre o valor investido, pois cada alta ou queda, as odds dão um salto. É um mercado atraente, e para iniciantes é um paraíso para a construção do bank.


Parte 7 - Trading em rafeiros

Rafeiros.

Chegamos no ponto máximo aqui dessa série de artigos.

Para começar existem técnicas que são aplicadas nas corridas de cavalos que eu julgo menos EV total. Como Laying the Field, onde consiste fazer Lay a todos os participantes do páreo em odd’s inferiores a @2. Geralmente se vai a Lay em odds @1.50 ou menor, e nisso se reza para que no mínimo 2 cavalos batam odds  menores que isso.

Eu acompanho corridas todos os dias e sei que são poucas as corridas que vão bater Odd’s nesse valor, pois a corrida teria que ser parelha demais e lenta para dar tempo das apostas fazerem as odds flutuarem e as cotações baixarem tanto. Esse tipo de tática é menos EV, teria que selecionar muito bem as corridas para não ter prejuízo longo prazo e mesmo assim o lucro é ínfimo, assim como as apostas que se concentram em apostar contra um determinado cavalo. Ai já estamos falando de um tipo de tática ainda mais insana, pois ir de lay há algum cavalo no longo prazo pode lhe dar um tombo feio. Menos EV total. Pode parecer fácil escolher um perdedor em uma corrida de 15 cavalos, mas olhe o valor das cotações, uma previsão de derrota que você erre e toda uma banca construída irá desmoronar, eu já vi isso acontecer e aconselho a evitarem esse tipo de tática.

Agora indo para o que realmente interessa.

O Trading em Rafeiros.

Já falei um pouco sobre a insanidade que é o mercado de favoritos, agora vamos falar sobre uma zona mais amena.

O trading pré live já é algo que o lucro se constrói com o tempo, pois o lucro diário vai ser sempre pequeno perto do investido para extraí-lo, porém a segurança é maior, o que lhe da base para investir cada vez mais. Porém nos rafeiros o mercado não é tão aquecido, certos valores mais elevados você não vai conseguir colocar ali sem assustar o mercado e lhe identificar como um trader, ou chamar a atenção dos punters, que podem interpretar essa ação como uma informação privilegiada. Logo saber jogar com o mercado é uma grande sacada, pois ao mesmo tempo que os Rafeiros tem um custo beneficio maior que os favoritos, onde se investe menos e se extraí mais, o mercado é mais tranquilo para ser manipulado, pois é um mercado mais sensível. Mas já tratamos desse assunto. Primeiro vamos focar no mercado em si.

No mercado de rafeiros um tick de diferença e você consegue tirar uma boa porcentagem de lucro sobre o valor investido, pois cada alta ou queda, as odds dão um salto. É um mercado atraente, e para iniciantes é um paraíso para a construção do bank.

Os momentos de entrada vão ser sempre os mesmos. Uma forte tendência bem definida.

Já falamos sobre tendências em outros artigos. As que eu mais uso é as Bandas de Bollinger, o suporte e resistência e as velas japonesas, todos temas que abordamos aqui, porém uma coisa que não disse é que espero sempre os padrões se cruzarem, ou seja todos os padrões mencionados ficarem evidentes, nesse momento sei que tem uma oportunidade de entrar no mercado com maior tranquilidade.

Geralmente os padrões acontecem muitas vezes durante um monitoramente de 10 minutos, por isso não me prendo a fazer trading apenas 3 minutos antes do evento começar, mas nesse período as oscilações são mais intensas e vão lhe proporcionar maior segurança.

Sobre o suporte e resistência, o que eu faço, já que não temos como traçar linhas nos gráficos, eu traço uma linha imaginária, na verdade estipulo dois valores de odds, um como suporte e outro como resistência e apenas cuido a escada para quando o preço se aproximar dos limites traçados. Nisso fico atento as Bandas e aos seus padrões, assim como o gráfico das velas vão me trazer indicadores mais fortes de mudança de tendência, normalmente todas as tendências vão se cruzar quando um padrão for forte e nesse momento eu consigo fazer uma operação com maior tranquilidade. Porém nem sempre preciso olhar os gráficos, às vezes a proximidade com os limites que tracei de suporte e resistência são muito fortes, assim como o mercado e os movimentos indicam que algo vai acontecer, assim a leitura fica muito fácil.

Vou ser sincero, estou indicando padrões gráficos para vocês começarem, pois é algo muito simples e com o tempo vocês vão identificar esses padrões sem os gráficos, até sem ter o conhecimento gráfico e apenas prestando a atenção no mercado com o tempo se vai notar esses padrões, porém os padrões gráficos são ótimos para conseguir monitorar vários mercados ao mesmo tempo e conseguir operar com maior tranquilidade.

Bom, nem vou falar sobre o que são rafeiros, pois é óbvio que todos os cavalos que não são favoritos, são os ditos rafeiros. Seria uma perda de tempo.

O tempo de operação que indico é aquele de 3 minutos antes da corrida entrar no período live. Mas é muito bom monitorar o mercado por uns 10 minutos antes, assim as oportunidades que aparecerem você podem pegar.

O que falei sobre suporte e resistência, traçando mentalmente os valores, são como em uma seleção com uma cotação de @16 inicial.

Sabemos que o mercado é uma gangorra, e esse preço bateu no menor índice em @14 e no maior em @17, logo vou usar esses dois valores como suporte e resistência, e pela escada posso monitorar quando o mercado me lançar algum padrão indicador.

Ou seja, quando o preço se aproximar desses valores ou quando ultrapassá-los sem muita força é claro, pois quando acontecer um rompimento mostrando força excessiva se deva respeitar e seguir o indicador.

Para sair do mercado aconselho usar as ferramentas para o fecho automático do mercado, um ou dois ticks no máximo para começar. Tentem usar a técnica do scalping até ficarem íntimos do mercado.  Depois vai ser tranquilo praticar swing trading.

No trading em rafeiros dificilmente vamos enfrentar um confronto direto com outro trader. Nesse mercado é possível se camuflar melhor e evitar conflitos, então sempre optem por fazer trading mais tranquilos, não deem na telha para todos verem que vocês são traders ali, pois chamar a atenção para si nunca é bom.

Em valores eu evito por mais de 400 libras por operação nos rafeiros, pois mais do que isso é um número que não corresponde muito bem com o mercado. Ao menos sempre tive sucesso me camuflando nos rafeiros e estou tentando passar isso para vocês. Nos favoritos não existe limites de valores, como já falei em outro artigo, às vezes 20 mil não significa nada para o mercado e é absorvido na hora.

Com o tempo, no mercado dos rafeiros vocês vão notar novatos e outros traders se aventurando, pode ser uma boa oportunidade de lucro, por isso falei sobre se camuflar bem, pois identificando um trader você pode manipular o mercado e fechar as portas de saída para esse trader e assim obter um lucro. Como fazer isso? Lembrem que o mercado é uma gangorra, se alguém colocar peso de um lado, basta você colocar mais peso do outro para trazer o mercado ao seu favor, e também lembrem que os punters nessas situações são facilmente manipuláveis e outra, um trader desesperado para sair do mercado, vai sair no red sem pensar duas vezes. No próximo artigo eu falo mais sobre manipulação. Mas o principio é sempre agir quando o preço ficar no período de estagnação ou indecisão.

Outro fato. Não se prendam apenas em apostas a favor (Back), um Lay nos rafeiros é bem vindo, lembrem que vocês estão trabalhando por scalping. Ao menos no inicio se mantenham em Back apenas, mas depois que pegarem experiência no mercado, não se limitem apenas a movimentos a favor. Bom, mais um conselho, nunca façam swing em Lay nos rafeiros, pode ser bem dolorido um red assim. Mesmo com experiência no mercado, evitem isso.

E lembrem de outro fato, quando um preço romper barreiras perto de iniciar a corrida, dificilmente ele voltará ao padrão anterior, isso seria uma mudança clara de tendência e vocês devem aproveitar, ainda mais nos rafeiros que um tick representa uma quantia absurda.

Eu costumo evitar corridas que sejam mais curtas, gosto de tradear em corridas de saltos onde se tem mais liquidez, bom número de participantes e não temos a entrada no Box. Esse período nas corridas flat podem complicar muito a vida de um trader desavisado.

Outro fator é sempre operar com um valor definido de stake, tanto em lay como em back. Mantenham os mesmo valores.

Não me veem à cabeça mais nada que possa colocar pata vocês, se alguém tiver alguma pergunta pode fazer que assim que eu ver, responderei. E podem discordar da minha opinião a vontade, uma discussão sadia é sempre bem vinda.


Logo voltamos com o Artigo sobre o trading em favoritos. Espero que tenham gostado, abraços.

 

Todos os artigos da série: "Análise técnica no turfe"
Parte 1 - Conceito e introdução.
Parte 2 - 14 pontos antes de abrir uma posição.
Parte 3 - Análise gráfica.
Parte 4 - Análise gráfica (continuação).
Parte 5 - Análise gráfica de Velas Japonesas.
Parte 6 - Usar software.
Parte 7 - Trading em rafeiros.
Parte 8 - Trading em favoritos.

análise técnica, cavalos, trading, turfe

Partilhar "Análise técnica no turfe: trading em rafeiros (7/8)" via:

Enviar comentário

Comentários (1)

  1. Lone Ranger 19 Dez 2014 - 22:47
    Ao ler estes artigos, sinto que estou a começar a ver a luz ao fundo do Túnel, pelo menos em teoria. Pois, acredito que na pratica deve ser muito difícil...

    Que conselhos dá a nivel da gestão de banca e stakes a utilizar nos rafeiros?

    Uma vez mais obrigado pelo artigo, pois pelo menos para mim é de muito valor...

Procurar

Bônus Betfair